12 de dez de 2012

Uma semente cultural bem plantada



No dia 11 de dezembro de 2012 tive a oportunidade de ser convidado para assistir à apresentação do pianista Celso Barrufi Jr. e a violinista Renata Bernardino no auditório da Câmara Municipal de Vereadores de Osório. O evento organizado por Paulo de Campos - diretor de Rima Produções e Rima Aperfeiçoamento  foi altamente relevante em dois sentidos: a qualidade musical e o fato de ser o primeiro espetáculo dedicado inteiramente à música erudita nessa cidade. Em palavras do organizador do evento, “Hoje plantamos uma semente”.

O programa escolhido pelos intérpretes não foi mais um daqueles “fáceis” (para todo público). Pelo contrário, as obras escolhidas eram representativas de um pensamento musical profundo e quase um desafio para uma experiência como esta. Os jovens intérpretes souberam transmitir essa profundidade em todo momento. A violinista Renata Bernardino revelou dotes técnicas e musicais desde a primeira obra, a Légende op. 17 de Henryk Wieniawski, onde já se percebeu a sua capacidade para tirar do instrumento as sonoridades mais adequadas à expressão que a obra exige. Esta capacidade foi ainda mais evidente na Sonata em lá maior de César Franck, onde a música apresenta contrastes muito marcados que exigem um bom domínio dinâmico e, em particular, do uso da corda de sol do violino em trechos de grande agitação ou dramatismo. Nesta obra tão exigente, tanto a violinista como o pianista Celso Barrufi Jr., souberam combinar os dois instrumentos em unidade até, em certos momentos, com uma maestria emocionante. É merecido salientar nesta obra o desempenho de Barrufi, porque a parte de piano da sonata de Franck não é um simples acompanhamento e tem diversas dificuldades técnicas e de fraseado. Para encerrar o programa, Celso Barrufi nos ofereceu uma boa versão da Ballade N°3 op. 47 de Chopin, e A Sertaneja op.15 de Brasílio Itiberê da Cunha (uma obra de estilo marcadamente lisztiano), duas obras onde suas aptidões como solista puderam ser, certamente, muito bem avaliadas. 


Sem dúvida este evento foi uma semente que frutificará e o público, que lotou a sala, confirmou que a música clássica sempre é um sucesso quando é bem apresentada.

GBZ